Paraná ganha delegacia de furtos e roubos de cargas

Foi criada a Delegacia de Furtos e Roubos do Estado do Paraná, com sede em Curitiba e subordinada à Divisão de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP). A existência de uma delegacia especializada em desvio de carga é uma reivindicação antiga das entidades do setor de transportes, como o Sindicato dos Transportadores de Cargas do Estado do Paraná (Setcepar) e a Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (Fetranspar).

O Paraná é o sétimo estado brasileiro a criar uma delegacia especializada unicamente em roubo de cargas, unindo-se a Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Bahia e Pernambuco. A criação foi publicada no Diário Oficial, no dia 9 de outubro. Até então, no Paraná, o departamento responsável pela investigação de furtos e roubos de cargas era parte da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC). O delegado à frente da nova unidade é Edward Ferraz.

“É um passo muito importante para nós, transportadores. A DEDC já faz um bom trabalho, principalmente depois da implantação do campo exclusivo para desvio de cargas nos Boletins de Ocorrência, mas é preciso um setor de inteligência especializado. Na DEDC a maior parte do trabalho é voltada para estelionatos, devido à abrangência e volume de golpes existentes atualmente”, explica Gilberto Cantú, presidente do Setcepar.

O delegado-chefe da DCCP, Francisco Caricati, acredita que a criação da delegacia é um avanço para o setor de transportes. “Afunilando a atuação da equipe é possível que ela interaja mais com os problemas do setor, criando uma especialização”, afirma Caricati, que dá mais detalhes sobre a nova sede: “Estão sendo ajustados os últimos detalhes do imóvel, que fica no Campina do Siqueira, como rede elétrica, mas a delegacia já está em funcionamento, com equipe formada”, finaliza.